Home Destaque Organização criminosa responsável pelo ajuizamento de 150 mil ações predatórias tem processo extinto em Araripina

Organização criminosa responsável pelo ajuizamento de 150 mil ações predatórias tem processo extinto em Araripina

0
Organização criminosa responsável pelo ajuizamento de 150 mil ações predatórias tem processo extinto em Araripina

[ad_1]

A Primeira Vara Cível da Comarca de Araripina, Sertão de Pernambuco, extinguiu, na segunda-feira (05), o processo de nº 0000891-36.2023.8.17.2210, por ter fortes indícios de envolvimento em esquema nacional que ajuizou 150 mil demandas predatórias em oito Estados.

Na sentença, o juiz de Direito Leonardo Costa de Brito, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), explicou que o processo ajuizado em Pernambuco tem as mesmas características de demandas predatórias identificadas em ações judiciais também extintas pelo Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJMS).

O magistrado citou ainda um farto material sobre a descoberta do esquema nacional, abrangendo sentenças extintas pelos Tribunais, vítimas da prática e diversas matérias jornalísticas sobre o caso.

De acordo com a investigação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Mato Grosso do Sul, a organização criminosa, que envolve advogados, servidores públicos e vereadores, vitimou pessoas vulneráveis, como idosos, que foram usadas como partes autoras em processos ajuizados contra instituições bancárias.

Em julho de 2023, foram cumpridos 39 mandados de prisão. Enquanto esteve preso, o grupo de advogados continuou ajuizando novas ações predatórias.

[ad_2]

Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here