InícioCarlos BrittoOperação 'Drenagem' entra na 2ª etapa em Petrolina

Operação ‘Drenagem’ entra na 2ª etapa em Petrolina

Published on


A Operação ‘Drenagem’ passará por uma nova fase em Petrolina. A segunda etapa do programa para minimizar os alagamentos na cidade foi lançada nesta segunda-feira (4) pelo prefeito Simão Durando. Ao todo serão investidos R$ 17 milhões para executar o programa durante este ano.

Lançada no ano passado, a Operação Drenagem é um pacote anual de ações voltadas para a questão da drenagem das chuvas. A iniciativa, pioneira no município, tem sido tratada como prioridade do atual governo.

Em 2024, as ações e os investimentos serão ampliados. O programa terá quatro pontos principais de atuação. A primeira será a conclusão e apresentação do plano de macrodrenagem, um amplo estudo para mapeamento e diagnóstico das áreas de escoamento de águas da cidade, quais lugares críticos, onde será necessário construir ou reformar a rede de drenagem. Este é o primeiro estudo desse tipo realizado pela prefeitura e abrange toda a cidade.

O segundo eixo será a continuidade da execução de obras de drenagem. De acordo com o prefeito Simão, já existem duas obras de grande porte definidas para serem realizadas. Uma é no bairro Dom Avelar. A obra já está em licitação e terá um investimento de R$ 9 milhões. A segunda é a drenagem da Avenida João Cleverson, no bairro Jatobá. Nesta, a prefeitura vai investir R$ 3,2 milhões. A prefeitura ainda investirá em soluções para vias nos bairros Alto da Boa Vista, Vila Eulália e São Gonçalo.

Outro ponto importante é a programação de limpeza dos canais, que já está em execução. Nesta segunda, as equipes estão no Parque Massangano e, ao longo da semana, também vão atuar no Dom Avelar, N-4 e Antônio Cassimiro. A meta é limpar todos os 34 canais e 5 drenos do município, pelo menos, cinco vezes no decorrer do ano. A Operação Drenagem também promoverá ações educativas para envolver a população no cuidado com a cidade, buscando reduzir o despejo de lixo nas ruas e nos canais.

Não só Petrolina, mas diversas regiões próximas, tem recebido um volume de chuvas muito forte, causando alagamentos em algumas comunidades. Conseguir diminuir esses impactos é um desafio que requer muito planejamento e ações de manutenção, mas também obras mais robustas para estruturar as áreas críticas. A Operação Drenagem é um marco desse trabalho, trouxe bons resultados no ano passado e continuará neste ano”, destacou o gestor.

Plano de Macrodrenagem

Simão citou também o Plano de Macrodrenagem, que vai apontar todas as áreas críticas que se formaram nas últimas décadas e quais os projetos de correção mais prioritários. “Esse estudo teve um grande investimento, mas é necessário para preparar a cidade que não para de crescer e junto com isso surgem os desafios. Seguimos muito forte no trabalho por Petrolina“, explicou o prefeito, que acompanhou de forma presencial as ações neste primeiro dia.



Fonte

Latest articles

Cisco mira em aproximar proteção de nuvem com novas usabilidades da IA

Durante o Cisco Engage Brasil 2024, realizado nesta quinta-feira (18), em São Paulo,...

Petrolinenses ganham mais tempo para avaliar serviços do portal da Prefeitura

A Prefeitura de Petrolina estendeu o prazo para a pesquisa de satisfação dos...

Atuação do MST vira embate entre deputados da Alepe

A reforma agrária e a atuação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra...

Abertas inscrições para o concurso de poesias ‘Viva Caatinga’, em Petrolina

No domingo, 28 de abril, Petrolina, no Sertão de Pernambuco, recebe o concurso...

More like this

Cisco mira em aproximar proteção de nuvem com novas usabilidades da IA

Durante o Cisco Engage Brasil 2024, realizado nesta quinta-feira (18), em São Paulo,...

Petrolinenses ganham mais tempo para avaliar serviços do portal da Prefeitura

A Prefeitura de Petrolina estendeu o prazo para a pesquisa de satisfação dos...

Atuação do MST vira embate entre deputados da Alepe

A reforma agrária e a atuação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra...